A série de partidas de xadrez entre o americano Bobby Fischer (29 anos) e o russo Boris Spassky (35 anos), iniciada em 12 de julho de 1972 na cidade islandesa de Reykjavik, pode ser considerada uma das mais espetaculares da história internacional.

Fischer recusou-se a comparecer na cerimônia de abertura da disputa que se propunha a definir o título mundial. Contudo, um patrocinador providencial o convenceu a entrar no confronto. O temperamental jogador perdeu o primeiro jogo e boicotou o segundo por não concordar com a presença das câmeras.

Na sequência, entretanto, reagiu drasticamente: em quatro partidas ficou quatro pontos à frente de Spassky. A reação do americano foi tão surpreendente que os homens da segurança do russo literalmente desmontaram a cadeira de Fischer a procura de algum dispositivo eletrônico.

Foi assim que ele tornou-se o primeiro americano campeão mundial de xadrez que deu um final à hegemonia soviética que perdurava desde 1948.

 

O SEXTO JOGO ENTRE OS CAMPEÕES | Brancas – Fischer | Pretas – Spassky

 

Tags

| | |